Buscar
  • expandjr

EUA x China: Como você pode se beneficiar de um duelo de titãs

Atualizado: Jul 11

Por Ingrid Bomfim e Renata Gonzalez

A Organização das Nações Unidas para Comércio e Desenvolvimento classifica esse duelo como briga de elefantes, onde a grama é pisoteada e todo mundo sai perdendo. No entanto, o uso do pragmatismo político nesse cenário pode ser a diferença entre um mal negócio e a melhoria dos lucros. Saiba mais sobre quais setores são indicados para apostar.


O duelo comercial entre Estados Unidos e China chama a atenção do mundo, tendo desdobramentos diversos para diferentes economias nacionais e segmentos de negócio. O Brasil, que tem uma economia ainda muito pautada na exportação de commodities e importação de manufaturados, tem esses países como seus dois maiores parceiros comerciais. Por isso, a importância desse duelo não pode ser a nenhum momento negada para nossa balança comercial.


De acordo com Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a China, nosso maior parceiro, há superávit comercial e só a venda de soja representa 43% do nosso total de exportações. Além disso, os chineses compram produtos como celulose, minério de ferro e açúcar e também são cruciais para a tradicional indústria pecuária brasileira, comprando carne bovina e de frango. O gigante do leste é uma economia que cresceu a níveis impressionantes e faz parte junto com o Brasil da cúpula dos BRICS de países emergentes em cooperação.


Entretanto, os laços históricos e aproximação com os EUA tanto na área diplomática quanto na comercial não podem ser subestimados. Para os negócios, a aproximação regional, cultural e mundialização da língua inglesa são fatores facilitadores tanto para a inserção de um produto quanto para adentrar outros mercados adjacentes ao centro econômico do mundo. Os Estados Unidos importam sobretudo aviões, semimanufaturados de aço e alumínio e petróleo bruto do Brasil.


Mas, onde isso pode ser uma oportunidade? Sabemos que, por exemplo, o acordo entre Mercosul e União Europeia para reduzir tarifas está há vinte anos em um impasse das negociações, principalmente devido ao protecionismo dos países na área de commodities. Isso se dá por causa da busca por posições privilegiadas em relação a outros países que detêm vantagem natural, algo que já ocorre, porém não tão perceptivelmente, na área de manufaturados, onde os países emergentes não possuem a vantagem tecnológica necessária para serem competitivos.


Portanto as taxas aplicadas sobre os produtos norte-americanos pelos chineses podem significar uma procura maior por produtos de origem alternativa, onde se encaixa o Brasil. Os países, apesar de parceiros também competem diretamente por espaço no mercado, como por exemplo no caso da soja. Cui Dayuan, professor de economia da Universidade de Xangai avalia que “O Brasil também pode ser afetado pelo protecionismo dos EUA, embora ganhe no curto prazo com desvio do fornecimento de commodities”. Marcos de Paiva Vieira, professor da Universidade de Tecnologia de Cantão, indica o momento como bom para se aproveitar da disputa em todos os aspectos e para buscas de mais investimentos e negócios. Uma disputa abre espaço para que a boa política tire proveito: insinuar negócios com o rival, dependendo da estratégia do produto e do objetivo, pode ser uma isca.


Mas, como eu posso traçar minhas estratégias?


O serviço de estudo e análise de mercado dentro de uma consultoria internacional entende quais setores estão mais intimamente interligados a economia de quais países, compreendendo, assim, que tipo de impacto decisões políticas terão sobre um produto ou serviço. A Expand Jr. – Consultoria Internacional traz, além desse estudo, mapeamento de leads dos mais diversos países graças ao superar da barreira da linguagem por nossos consultores.


E como fazer comércio sem conhecer da língua ou cultura?


Acredite, é possível! O serviço de representação comercial auxilia na comunicação entre negociações e garante melhor desempenho na hora de fechar um contrato. Muitos desconhecem ou não levam em consideração a relevância de conhecer mais sobre a cultura de um parceiro ou investidor, mas a Expand Jr. sabe do impacto que isso pode gerar em uma mesa de negociação.


#estudoeanalisedemercado #analisedemercado #eua #china #expandjr

12 visualizações
Cópia de Cópia de Cópia de Sem nome (1).

AINDA COM DÚVIDAS?


Nós temos a solução! Fale com um de nossos especialistas. 

Logo Nova.png

ENDEREÇO

Av. Pasteur, 250 - Urca

Rio de Janeiro - RJ
Universidade Federal do

Rio de Janeiro - UFRJ

CNPJ: 28.318.312/0001-67

Feito com     por Graziele Vieira

          CONTATO

            comercial@expandjr.com.br                +55 (21) 96941 9446
              /expandjr

              /expandjr

              @expandjr

linkedin.png
Facebook.png
instagram.png
ODS Expand.png